a MINHA história por Mariana Mateus

Gosto particularmente desta fotografia. Não sei, simplesmente gosto.

E agora ao escrever sobre ela, apercebo-me que não tem nada de transcendente, belo ou esplêndido que a descreva.

Ser dona do tempo tem destas coisas. Apreciar o simples. Escutar, observar, estar em contacto comigo e com as minhas emoções. Permitir-me rir, chorar, gritar, dançar, tocar bateria com as panelas lá da cozinha, vestir a minha roupa preferida ou estar de pijama o dia todo. Permitir-me relaxar. Cuidar de mim e dos meus. Acredita, estou agora mais próxima dos meus do que em qualquer outra fase da vida, onde os beijinhos, abraços e o toque eram banais. Que saudades do conforto de um abraço!

Mas não pensemos sobre o que foi, era e já não é. Esta mesma tela, onde outrora pintava, é agora palco dos meus livros de leitura. Os hobbies mudam, acompanhando a transformação pessoal e social. E o que estamos a viver não é nada mais que uma metamorfose. Então, façamos desta transformação uma oportunidade para voar até ao céu, onde residem os sonhos.
No final, abraça as tuas transformações.

Não te esqueças de as apreciar, quando o mundo acelerar. Não te esqueças do quão bom é apreciar. O simples. De alma tranquila. E espírito aberto. Não te esqueças...

A beleza das coisas existe no espírito de quem as contempla.

Mariana Mateus
Mariana Mateus
Mariana Mateus

OBRIGADO pela partilha 👏

💥 Faz como a Mariana e conta-nos a TUA história - vê como aqui!

Partilhe esta notícia