O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Dicas para o Sucesso Profissional

Ebook gratuito
Voltar à listagem

Eletropuntura no tratamento da tendinopatia com calcificação: reflexão sobre um estudo piloto

Atualmente, o tratament para a tendinopatia no membro superior com calcificação consiste em repouso do braço, medicamentos anti-inflamatórios e injeções de corticosteróides. Também o tratamento modalidades da fisioterapia como a terapia por ondas de choque e eletroterapia são abordagens válidas neste contexto clínico.

O estudo piloto que deu origem a eoste artigo teve como objetivo avaliar a eficácia da eletropuntura (também designada por eletroacupuntura) no tratamento da tendinopatia do membro superior com calcificação. A sua eficácia foi avaliada através da avaliação do nível de dor, do Inventário de Depressão de Beck, da faixa de mobilidade ativa do cotovelo e da avaliação radiológica (note que todas as observações clínicas e radiológicas foram registadas antes e dentro de 6 meses após o início do tratamento).

 

Qual a eficácia da Eletropuntura no tratamento da tendinopatia com calcificação?

Após o tratamento de eletropuntura (2 Hz, 180 mA por 30 a 60 segundos em GB21, GB34, LI4, LI 14, LI15, TW5, TW14, Chien Chien SI9, SI12, S37, S38), a escala visual analógico diminuiu notavelmente e a amplitude de movimento voltou ao normal para o indivíduo. Também a avaliação radiológica demonstrou uma melhoria, nesta caso: absorção quase completa dos depósitos de cálcio dentro de 6 meses, após o tratamento.

Com efeito, neste estudo piloto, a eletropuntura contribuiu para a diminuição da dor esquelética, melhoria da qualidade de vida do paciente e regressão total dos depósitos de cálcio, nos 10 pacientes acompanhados. Curioso para conhecer mais detalhes sobre este estudo? Para o ler na íntegra, basta submeter os formulário abaixo.

Eletropuntura no tratamento da tendinopatia com calcificação: reflexão sobre um estudo piloto

Partilhe esta notícia

A Bwizer nas redes sociais