Exercício combate o envelhecimento

Já há muito se sabe que o exercício desempenha um papel fundamental para a manutenção da saúde, contudo recentemente comprovou-se a sua função a "travar" o processo de envelhecimento.

Com efeito, e segundo um estudo publicado da Universidade de Oregon (EUA) esta semana na revista Cell Metabolism, o exercício aeróbio (por exemplo andar de bicicleta ou caminhar) combinado com exerecício de força (como o levantamento de pesos) ajuda a deter o processo de envelhecimento celular e não pode ser substituído por nenhum outro tratamento.

Em termos fisiológicos, este tipo de exercício faz com que as "células fabriquem mais proteínas para a produção de energia mitocondrial e dos ribossomas que sintetizam as proteínas, de modo que impedem o envelhecimento a nível celular". Os investigadores estudaram 36 homens e 36 mulheres com idades compreendidas entre os 18 e os 80 anos aos quais atribuiram três tipos de rotinas de exercício: um grupo só andava de bicicleta, outro só fazia pesos e um terceiro combinava ambos os exercícios.

Os mais jovens aumentaram a capacidade mitocondrial de 49%, enquanto os mais velhos elevaram-na para 69%, sendo que como expectavelmente, o exercício com pesos aumentou a massa muscular, enquanto o ciclismo de alta intensidade obteve os melhores benefícios a nível celular.

A equipa deixa como recomendação "um treino de alta intensidade durante três ou quatro dias e depois dois dias de exercício de força", afirma também que "com base em tudo o que sabemos, não há substituto possível para este tipo de exercício, em relação a atrasar o processo de envelhecimento. O que vimos não se pode conseguir com nenhum medicamento", acrescentou.

 

-----

Fonte: Notícias ao Minuto

Partilhe esta notícia