NFL investe mais 100 milhões no combate a lesões cerebrais

Um estudo divulgado em abril pela Academia Americana de Neurologia revela que mais de 40% dos ex-jogadores da liga de futebol americano dos EUA (NFL) mostram sinais de lesões cerebrais.

Atualmente, a NFL e os seus associados já canalizam 100 milhões de dólares em investigação e novas tecnologias, contudo em virtude  destas novas descobertas já se anunciou um investimento adicional de 100 milhões de dólares: 60% dos quais vão ser canalizados para o desenvolvimento de tecnologia, como capacetes melhorados, e 40% destinados à investigação médica.

Foi também alcançado um acordo que prevê o pagamento de 1.000 milhões de dólares durante 65 anos a mais de 20 mil jogadores retirados, que sofreram graves problemas de saúde depois de deixarem a competição.

 

---
Fontes: Desporto ao Minuto (in Notícias ao Minuto - online)

Partilhe esta notícia