Orientações da DGS para Profissionais de Saúde: está ou suspeita estar doente? (COVID-19)

Os Profissionais de Saúde, pela natureza das suas funções, estão em contacto próximo com muitas pessoas no seu local de trabalho, desde colegas a pacientes. Assim, importa que este grupo de pessoas no qual se inclui, adopte uma atitude de extrema responsabilidade.

No portal da Direção Geral de Saúde (DGS) pode encontrar uma série de Guias e Orientações para Profissionais de Saúde. Hoje, trazemos-lhe uma uma importante informação no caso de estar ou suspeitar estar doente!

 

"É importante que o profissional de saúde não frequente o serviço de saúde, se houver risco de transmitir o COVID19. Deve informar o seu local de trabalho antecipadamente se:

  • Tiver realizado alguma viagem que lhe suscite dúvidas, em particular a países afetados;
  • Tiver necessitado ou necessitar de cuidados de saúde;
  • Se for considerado como contacto próximo de um caso confirmado de COVID-19;
  • Existir algum risco de exposição ao COVID-19 em casa (convivente de contacto próximo);

Caso um profissional de saúde tenha viajado ou passado num país ou área afetada e regressou nos últimos 14 dias, deve notificar o gestor de saúde ocupacional, preferencialmente antes de regressar ao trabalho. Se já tiver
regressado ao trabalho deve proceder a esta notificação imediatamente.

Qualquer profissional de saúde com histórico de exposição relevante e sintomas compatíveis requer avaliação clínica e deve notificar o SNS24 diretamente.

Os profissionais de saúde que tiveram de se ausentar do trabalho, podem regressar após 14 dias, se nunca tiverem apresentado sintomas ou se apresentaram sintomas, mas estes tiverem sido testados com resultados negativos e resolvidos Se ao final de 14 dias ainda apresentarem sintomas, devem ser avaliados caso a caso. O SNS24 pode ser contactado para aconselhamento individual pelo seu departamento de saúde ocupacional.

Os profissionais de saúde que inicialmente não foram excluídos do trabalho, mas que posteriormente desenvolveram sintomas e deram resultados negativos, podem regressar ao trabalho assim que os sintomas forem  resolvidos. Caso desenvolvam novos sintomas e se encontrarem nos 14 dias após a exposição, é necessária uma reavaliação.

Os familiares dos profissionais de saúde que prestem cuidados de saúde a pacientes com suspeita ou confirmação de COVID-19, não precisam de se isolar nem restringir nenhuma das suas atividades.

Os profissionais de saúde cuja exposição não exija exclusão do trabalho devem:

  • Continuar a trabalhar normalmente enquanto assintomáticos;
  • Monitorizar a sua própria saúde e contactar o SNS24 se necessário;
  • Informar o gestor de saúde ocupacional caso apresentem sintomas e precisem de se ausentar do trabalho."

COVID-19: o que estamos a fazer para te proteger?

 

NOTAS:

 
  • Mantenha-se informado e dê preferência a fontes fidedignas, sugerimos as seguintes fontes primárias:

               📌 Direção Geral de Saúde
               📌 SNS 24
               📌 Organização Mundial de Saúde
               📌 Coleção especial da Cochrane
               📌 Feed de informação e dados da Universidade de Oxford
               📌 Overview do Johns Hopkins e o seu tracking dashboard

             

Partilhe esta notícia