O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Formador (a)
Formador (a)

Daniel Valpaços

Daniel Valpaços é Osteopata e Pós-graduado em Osteopatia Pediátrica e Desportiva.

Conheça-o (a) Melhor
Programa

  • Anatomia e Modelos de Lesão - traumática, crónica, adaptativa, compoensatória; primária ou secundária
  • Definição de uma cadeia lesional: músculo-esquelética, visceral, nervosa e vascular
  • Cadeias fisiológicas musculares: avaliação, tratamento, posturas patológicas
  • Cadeias musculares dinâmicas
  • Cadeias estáticas anteriores, posteriores e laterais: avaliação e morfotipo postural
  • Princípios da Organização das lesões em cadeia
  • Cadeias Lesionais do Membro Inferior, Membro Superior e Coluna Vertebral
  • Sistematização de Lowett, Martindale, Little John, dos pivôs vertebrais
  • Organização das Cadeias Viscerais
  • Protocolo de identificação da cadeia lesional:

- Avaliação estática: equilíbrio postural no plano horizontal, frontal e sagital

- Avaliação dinâmica: testing ativo global e testes dinâmicos compartimentados - identificar diminuições de mobilidade, evicções, compensações, défices musculares, fixações articulares

- Ligação mecânica: traçar o esquema lesional do paciente e identificar a lesão primária, teste de balança inibidora

  • Análise biomecânica e funcional da marcha:

- Fase de apoio

- Fase de Balanço

- Tipo de marcha associado a patologias

- Marcha patológica: alterações músculo-esqueléticas, neurológicas, parésias musculares isoladas

- Correção músculo-esquelética da marcha

  • Modelização equilíbrio estático e dinâmico: complexo do ombro, cotovelo, bacia (ilíaco e sacro), coxofemoral, joelho, tíbio-társica
  • Protocolo de correções posturais através da oclusão, podoposturologia e  do sistema ocular
  • Casos Clínicos:

- Cefaleias

- Lombalgias e Cervicalgias

- Disfunções tibio-társicas e do pé

- Patologias do sistema do ombro

- Gonalgias

- Desequilíbrios pélvicos

- Articulação Temporomandibular

- Dorsalgias e compensações patológicas

- Tratamento do equilíbrio postural estático com técnicas estruturais

- Protocolo de correção da charneira Occipital-Atlas-Axis em patologias lombopélvicas

Objetivos

Objetivo Geral:

  • No final do curso os participantes deverão perceber o conceito de Cadeia Lesional e conseguir interligá-lo com os seus conhecimentos prévios, permitindo uma avaliação e intervenção mais global do paciente.

Objetivos Específicos:

  • Compreender o conceito de cadeia lesional e de ligação mecânica
  • Integrar os achados anatómicos
  • Definir uma metodologia de avaliação baseada numa visão global, através da análise postural estática e dinâmica 
  • Construir um modelo de raciocínio clínico baseado no princípio de cadeias lesionais na origem da lesão
  • Diferenciar o morfotipo postural e adaptações fisiológicas
  • Identificar a lesão primária, as lesões adaptativas e compensações
  • Implementar um tratamento eficiente e pertinente a longo prazo
  • Conceber as alterações dos sensores posturais
  • Interpretar clinicamente as alterações músculo-esqueléticas
  • Oferecer resultados instantâneos em correções posturais
  • Proporcionar um tratamento em patologias crónicas e evitar recidivas
  • Obter resultados clínicos mais rápidos numa abordagem global do paciente
O que inclui a inscrição?
  • 16 horas de formação
  • Material de apoio do curso em formato digital (em Português)
  • Certificado de registo profissional (DGERT)
  • Seguro de acidentes pessoais em vigor durante o curso
  • Light Snack
Notas Importantes
  • Para que se possa preparar antecipadamente de forma a extrair o máximo valor da formação, o material de apoio será exclusivamente enviado, em formato digital, antes do início do curso (estará disponível no seu email e/ou área pessoal). 
Saiba mais sobre este tema

O termo "Cadeia Lesional" remete para um conjunto de disfunções sucessivas, músculo-esqueléticas, viscerais ou fasciais, decorrentes da existência de uma lesão. Ao seguir esta sucessão de acontecimentos através das correlações anátomo-fisiológicas, o Fisioterapeuta ou terapeuta manual é capaz de estabelecer uma linha de raciocínio, encontrando a real causa e a origem da lesão.

Tal significa que a região de dor ou onde surgem os sintomas pode, em muitos casos, ser bastante distante daquela que em que se originou inicialmente o problema. Como num "efeito dominó", a lesão inicial transmite o “desarranjo” funcional através da conexão a estruturas vizinhas, e por diversas vezes, o que se trata é a queixa e não a causa.

O curso de Cadeias Lesionais pretende dar resposta a esta falha, dando a conhecer este conceito, os princípios da organização de lesões em cadeia, e capacitando o Fisioterapeuta a incorporá-lo no seu raciocínio clínico. Através da análise de casos clínicos, os participantes terão a oportunidade de pôr em prática os conhecimentos e aplicar as técnicas de Terapia Manual associadas.

Neste curso de Cadeias Lesionais, com uma grande componente prática, perceberá, o conceito de Cadeia Lesional, desenvolverá o raciocínio clínico a partir dos princípios da organização das lesões em cadeia e saberá como intervir nas diversas disfunções através da aplicação de técnicas de Terapia Manual.

O conceito de desenvolvimento da lesão por cadeia vai de encontro à visão global do corpo humano e do indivíduo como um todo. Serão abordados diferentes conceitos de avaliação e análise biomecânica, mas também técnicas de intervenção, que lhe permitirão garantir uma abordagem completa ao seu paciente.

Constituindo um dos temas mais pedidos pelos alunos, participe nesta edição do curso de Cadeias Lesionais, a única no Porto em 2018.

Ler mais
  • Formação Certificada
    DGERT
Vou ser melhor com este curso porque:
  • Compreenderá o conceito de Cadeia Lesional e os princípios de organização de uma lesão em cadeia;
  • Perceberei as diferentes correlações anatomo-fisiológicas;
  • Entenderei como este conceito, baseado numa visão global, influencia o raciocínio clínico e a intervenção em Fisioterapia;
  • Colmatarei uma falha da minha formação;
Datas
17 e 18 de Novembro de 2018
Exclusivo a
#Fisioterapeuta, #Osteopata com Cedula, #Estudante Finalista
Nº máximo de vagas
30 Vagas
Investimento
Inscrição antecipada Insc. antecipada (até 09-10-2018) 199,00€
Inscrição normalInsc. normal
(até 06-11-2018)
239,00€
Inscrição tardiaInsc. tardia
(até 17-11-2018)
260,00€
Vagas, horário e local
Nº máximo de vagas
30 Vagas
Horário
Tarde - 14:00 às 18:00
Manhã - 9:00 às 13:00
Carga Horária
16 horas
Concelho
Porto
Localização
Bwizer
Idioma
Português
Saber mais

A Bwizer nas redes sociais