O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Formador (a)
Formador (a)

Daniel Valpaços

Daniel Valpaços é Osteopata e Pós-graduado em Osteopatia Pediátrica e Desportiva.

Conheça-o (a) Melhor
Programa

  • Introdução
  • Raciocínio clínico em osteopatia
  • Importância da intervenção na real causa/problema e não na sintomatologia
  • Avaliação e instrumentos de avaliação (escala de Glasgow, escala da dor)
  • Diagnóstico diferencial
  • Diagnóstico e decisão desportiva
  • Patologias mais comuns no desporto (principalmente no futebol) e seu mecanismo de lesão

              - Pubalgia
              - Entorse – joelho e tornozelo
              - Lombalgias, dorsalgias e cervicalgias
              - Tendinopatia (cotovelo, joelho, ombro, …)
              - Luxação de ombro

  • Compensações e relação da lesão com o gesto técnico
  • Intervenção nas patologias desportivas mais comuns: técnicas estruturais, musculares e fasciais

              - Pubalgia
              - Entorse – joelho e tornozelo
              - Lombalgias, dorsalgias e cervicalgias
              - Tendinopatia (cotovelo, joelho, ombro, …)
              - Luxação de ombro

  • Recuperação física: importância da intervenção sacro-craniana, craniana, bem como no sistema digestivo, respiratório e ATM
  • Otimização do desempenho do movimento/gesto através da sua análise e intervenção na harmonia músculo-esquelética
  • Como passar a informação correta aos restantes profissionais que lidam com o atleta?
  • Como devolver o atleta à sua atividade desportiva/ competição?
  • Discussão de casos

Objetivos

Objetivos Gerais:

  • No final do curso os participantes deverão ser capazes de receber, avaliar, tratar e aconselhar os seus atletas, tanto em gabinete, como no campo e balneário.

Objetivos Específicos:

  • Saber estruturar um raciocínio em osteopatia, focando-se na real causa e não na sintomatologia;
  • Dominar ferramentas de avaliação que permitam definir um diagnóstico preciso;
  • Conhecer as patologias mais comuns no desporto (sobretudo no futebol) e o seu mecanismo de lesão;
  • Relacionar a lesão com o gesto técnico, bem como com as compensações que dela possam advir;
  • Ser capaz de intervir nas patologias desportivas mais comuns, tendo por base as técnicas estruturais, musculares e fasciais, assim como o conceito de “tratamento à distância”;
  • Conhecer algumas estratégias para potenciar a recuperação física pós exercício/ competição;
  • Saber como otimizar o desempenho do movimento/gesto técnico do seu paciente, prevenindo, ao mesmo tempo, uma recidiva.
Notas Importantes
  • Os participantes deverão trazer roupa confortável (t-shirt/polo ou top e calções) que lhes permita treinar adequadamente todas as técnicas. Deverão ainda trazer uma toalha.
  • Para que se possa preparar antecipadamente de forma a extrair o máximo valor da formação, o material de apoio será exclusivamente enviado, em formato digital, antes do início do curso (estará disponível no seu email e/ou área pessoal). 
  • Este curso vai inicialmente tocar em alguns aspetos fundamentais relacionados com os princípios da osteopatia, o atleta e as lesões desportivas. Em seguida, abordar-se-ão procedimentos e estratégias de avaliação e intervenção no atleta, desde alguns mais elementares até aos mais avançados.
Saiba mais sobre este tema

O mundo do desporto, quer pelo ritmo de competição, quer pelos interesses económicos existentes em torno dos atletas e suas estruturas de suporte, obriga os profissionais de saúde que nele trabalham a serem ainda mais eficazes na sua intervenção, assim como seguros e pragmáticos na forma como a comunicam e justificam.

A visibilidade sobre o seu trabalho, assim como a exigência de obter melhores resultados e num menor espaço de tempo, tanto no tratamento de lesões já instaladas, como também na maximização da performance e prevenção de recidivas, justificam a constante persecução por meios que os ajudem a atingir estes objetivos.

Com efeito, o curso de Osteopatia Desportiva apresentar-nos-á uma nova visão sobre as lesões desportivas e desempenho dos atletas. Focado num entendimento integrado do atleta e da sua atividade desportiva, assim como numa avaliação exaustiva e global, aprenderá a intervir através de técnicas estruturais, musculares e fasciais, tendo sempre por base princípios fundamentais como cadeias musculares, entradas posturais, triângulos biomecânicos de littlejohncore stability, dermátomos, …

Compreenderá o conceito de tratamento à distância, bem como por que razão muitas vezes as lesões traumáticas (p.e. entorse) não podem ser sempre vistas apenas como um momento isolado do trauma, já que podem ser o resultado de alterações posturais, de sinergias musculares, compensações, …

Assim, neste curso ao compreender a importância do profissional de saúde na intervenção junto do atleta em diferentes fases (prevenção, tratamento, recuperação pós exercício, preparação para competição, retorno à competição pós lesão), irá verdadeiramente aperceber-se que não existem “protocolos rígidos de tratamento”, já é necessário sempre atender às particularidades do atleta, ambiente e contexto.

No curso de Osteopatia Desportiva aprenderá a avaliar, tratar e aconselhar atletas tendo em conta o seu ambiente, caraterísticas individuais e particularidades do desporto que praticam. Com conhecimentos de Osteopatia, este curso revolucionará o seu raciocínio clínico e dar-lhe-á novas soluções terapêuticas para intervir de forma autónoma e competente.

Um atleta, mais que outra pessoa, leva o seu corpo ao limite, pelo que uma intervenção eficaz pode fazer a diferença entre ter uma lesão ou ou não e entre ter uma recuparação rápida ou não. 

Neste curso de Osteopatia Desportiva conhecerá as patologias mais comuns no desporto, aprenderá a intervir nestas, a passar a informação necessária aos restantes profissionais que trabalham com o seu atleta e discutirá casos reais, de forma a aproximar-se ao máximo do mundo de trabalho real.

Ler mais
  • Formação Certificada
    DGERT
Vou ser melhor com este curso porque:
  • Compreenderei as lesões desportivas e respetivo mecanismo, tendo por base um raciocínio osteopático;
  • Integrarei na sua rotina de avaliação uma análise completa da postura e movimento do meu atleta, assim como do respetivo gesto técnico;
  • Ganharei competências para trabalhar de forma autónoma, sem descurar a importância de um trabalho transdisciplinar;
  • Aprenderei a intervir no atleta de forma global e integrada, tendo em conta o seu contexto/ambiente, particularidades, bem como o desporto praticado.
Datas
M1 - 22 e 23 de Setembro; M2 - 13 e 14 de Outubro de 2018
Exclusivo a
#Fisioterapeuta, #Osteopata com Cedula, #Estudante Finalista
Nº máximo de vagas
30 Vagas
Investimento
Inscrição antecipada Insc. antecipada (até 14-08-2018) Prazo Expirado
Inscrição normalInsc. normal
(até 11-09-2018)
339,00€
Inscrição tardiaInsc. tardia
(até 22-09-2018)
370,00€
Vagas, horário e local
Nº máximo de vagas
30 Vagas
Horário
Manhã - 09:00 às 13:00
Tarde - 14:00 às 18:00
Carga Horária
32 horas (16 + 16)
Concelho
Porto
Localização
Bwizer (Modulo 1) + Hotel Eurostars Oporto (Modulo 2)
Idioma
Português
Saber mais

A Bwizer nas redes sociais