Checklist para ser um bom PT: bom para os clientes e bom para o ginásio!

O que é necessário para ser um bom Personal Trainer (PT)? A resposta a esta pergunta certamente vale bastante, pois sabendo o que pode fazer de si, ou da sua equipa de PTs melhor, bastará implementar – certo?

O Personal Training enquanto serviço representa uma fatia interessante e crescente do encaixe financeiro dos ginásios e estúdios de exercício e fitness. Ora, e tendo em consideração que só em Portugal o mercado dos ginásios aumentou 14% e que está estimado, no seu total, em 214 milhões de euros, facilmente se percebe a pertinência de aprimorar o serviço oferecido aos clientes.

É vital que todos os gestores de ginásios e PTs tenham em mente que os clientes procuram cada vez mais uma experiência mais diferenciada. Procuram um profissional competente a nível técnico, mas também motivador e com soft-skills adequadas.

Assim, ficam aqui alguns pontos…

Checklist para ser um bom PT: bom para os clientes e bom para o ginásio!

1. Tente não ser um KNOW-IT-ALL – não “fuja” das responsabilidades, mas nunca forneça informações falsos ou com base em fontes pouco seguras! Perceber quando deve encaminhar o cliente para outro profissional da área ou de outra especialidade só fará de si um melhor PT – e isso será reconhecido pelos clientes e pares.

2.Esteja lá para o seu cliente/ aluno – invista tempo a preparar a sessão e a criar condições para que o treino seja sempre o melhor possível; é também vital que durante a sessão o seu foco seja o cliente que está à sua frente e não o que vem depois, nem a lista de compras para o supermercado… com efeito, apenas com uma total dedicação ao treino que está a acontecer vai conseguir motivar o seu aluno, corrigi-lo e garantir que este atinge os seus resultados.

3. Faça o que aconselha e aconselhe/prescreva o que faz e acredita – parece básico, certo? O ensino/ educação por exemplo é um ponto que é preciso ter em consideração, até porque o PT é visto como uma autoridade (alguém que influencia e inspira comportamentos).

4.Prove aos clientes que se importa/ preocupa com eles – algumas dicas:

  • Devolver chamadas telefónicas e responder a mensagens rapidamente;
  • Manter um contacto próximo na marcação dos treinos;
  • Dar feedback positivo (com diferentes estratégias) sobre o treino;
  • Mantenha os seus registos atualizados e assinale marcos importantes;
  • Tenha em consideração os objetivos do cliente, mas não crie falsas expectativas;
  • Seja pontual e assíduo e cumpra o tempo de treino definido;
  • Seja empático, ouça o que o seu cliente tem para lhe dizer e dê-lhe o tempo necessário.

5.Mantenha uma postura profissional – desde a comunicação e apresentação visual, ao trabalho desenvolvido tudo contribui para desenvolver uma postura profissional.

6.Mantenha-se atualizado e ofereça sempre o melhor de si aos seus clientes – não “guarde” o seu melhor treino para aquele aluno que é mais mediático, ou com o qual simpatiza mais! Lembre-se que todos os seus clientes são o espelho do seu trabalho e que o feedback deles será também uma das melhores publicidades que pode ter.

7.Seja ético e assegure que o profissionalismo, confiança e respeito são os 3 pilares basilares da sua relação com os alunos/ clientes.

Partilhe esta notícia