O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Dicas para o Sucesso Profissional

Registo
Voltar à listagem

Farmacologia de Urgência e Emergência: Amiodarona na Fibrilhação Auricular (FA)

A intervenção do enfermeiro em contexto de urgência e emergência é uma atividade muito exigente. Implica que o profissional esteja atento a diferentes variáveis e que conheça o impacto de todas as suas ações. Para compreender melhor esta complexidade, e especificamente a que está relacionada com a administração de fármacos, vamos colocar um cenário de um caso clínico - neste caso um paciente com Fibrilhação Auricular (FA).

 

Pois bem, neste paciente com FA, desde que esta arritmia tenha uma evolução menor ou igual a 48horas, sabia que pode usar a Amiodarona, um fármaco antiarrítmico e vasodilatador?

É verdade, a FA com evolução menor ou igual a 48horas é uma das indicações deste fármaco – mas será que conhece outras?

  1. Fibrilhação Auricular (FA) com uma evolução maior que 48horas
  2. PCR cuja avaliação de ritmo determina uma TV/FV sem pulso que não é refratária ao 3º choque
  3. PCR cuja avaliação de ritmo determina uma TV/FV sem pulso que é refratária ao 3º choque

 

Submeta o formulário abaixo para conhecer a resposta correta e esclareça todas as suas dúvidas neste vídeo com o Enf. Filipe Franco.

Farmacologia de Urgência e Emergência: Amiodarona na Fibrilhação Auricular (FA)

Partilhe esta notícia

A Bwizer nas redes sociais