Hipopressivos: melhor postura = melhor gestão da pressão intra-abdominal

Uma postura desadequada e um défice lombo-pélvico podem conduzir a dor ou a disfunção ao nível do pavimento pélvico. Estratégias subótimas para a postura, movimento e/ ou respiração podem criar uma transferência de carga, a qual pode conduzir a dor, a aumento da pressão intra-abdominal e pélvica, e também disfunções na respiração.

Com efeito, com as técnicas hipopressivas podemos reprogramar a postura. Os exercícios englobam ações musculares isómetricas e excêntricas, que geram um alongamento global da cadeia miofascial posterior, incluindo a cadeia respiratória. Assim, a prática regular de exercícios hipopressivos permite corrigir as existentes restrições miofascais e fornecer um melhor padrão respiratório.

A atividade coordenada do diafragma torácico, coluna lombar, parede abdominal e músculos do pavimento pélvico influencia o controlo postural pela regulação da pressão intra-abdominal e aumento da tensão na fáscia tóraco-lombar. De referir que o correto alinhamento da pélvis e da coluna lombar afeta diretamente a co-ativação da musculatura do core. Note-se que a habitual retroversão da pélvis pode causar um aumento de carga vertical nos músculos do pavimento pélvico e aumentar o risco de fraqueza, sendo este agravado por atividades repetitivas que aumentam a pressão intra-abdominal (p.e. corrida, aeróbica, crunches, levantamento de pesos…).

Ora, isto permite-nos afirmar que uma rotina de exercícios que contemple a técnica hipopressiva irá refletir-se na estabilização do grupo muscular composto pelos músculos da coluna vertebral e parede abdominal, fornecendo uma nova estrutura do core através de diretrizes globais de reeducação postural: os músculos espinais adquirem a resistência muscular local necessária para as atividades físicas enquanto a dor de costas diminui.

Hipopressivos melhor postura = melhor gestão da pressão intra-abdominal

Convidamos Piti Pinsach a explicar-nos o que distingue o sistema de treino Low Pressure Fitness dos restantes métodos que utilizam a técnica hipopressiva. Para descobrires tudo, em menos de 60 segundos, deixa-nos o teu e-mail e profissão abaixo:

 

Partilhe esta notícia