O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Dicas para o Sucesso Profissional

Ebook gratuito
Voltar à listagem

Se cada nutricionista diz uma coisa diferente em que é que devemos acreditar? | Por Pedro Carvalho (Bwizer Magazine)

Este artigo fez parte da 5ª edição da Bwizer Magazine – pode vê-la na íntegra aqui.

 

Na era do digital onde a proliferação da informação atinge proporções nunca antes vistas, a atitude de escuta passiva que outrora existia em quase todas as consultas de nutrição, tornou-se num debate em que o paciente já traz várias questões de casa e onde surgem recorrentemente tiradas como: “mas um colega seu disse uma coisa diferente”, ou “mas eu vi no instagram/ fa­cebook que…”. De que forma podemos então encontrar a informação sobre nutrição e alimentação menos enviesada possível?

Começando pelas redes sociais, estas são um ótimo meio de partilha e di­vulgação de informação, mas não estão, de nenhuma forma, sujeitas a uma revisão de pares, nem ao contraditório. Existem páginas fantásticas, mas na mesma proporção existem páginas que não têm ponta por onde se lhe pegue. O número de seguidores de uma página/pessoa não é, de forma ne­nhuma, o garante de informação de qualidade. Aliás, tendo em conta que no meio académico esta forma de partilha de informação ainda é de certo modo olhada de soslaio, podíamos quase dizer que existe (tendencialmente) uma relação inversamente proporcional entre o número de seguidores de alguém numa rede social e o seu currículo académico (já para não falar da enorme quantidade de bloggers que dão “dicas” de nutrição sem formação na área).

As notícias sobre nutrição partilhadas pelos media, podem também ser uma boa ferramenta (caso não estejam infetadas pelo vírus do clickbait e do sen­sacionalismo), até porque validar primeiro os factos com um nutricionista não custa nada. Mas se aos media ainda pode ser dada uma atenuante numa leitura menos correta dessa informação, no caso dos próprios profissionais de saúde, especialmente os nutricionistas, o caso já é bastante diferente.

Se cada nutricionista diz uma coisa diferente em que é que devemos acreditar? | Por Pedro Carvalho (Bwizer Magazine)

 

Este artigo fez parte da 5ª edição da Bwizer Magazine – pode vê-la na íntegra aqui.

Partilhe esta notícia

A Bwizer nas redes sociais