O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Publicado a 12/11/2021

Voltar

Ultra maratona e a superação pessoal | Por Tiago Aragão (Bwizer Magazine)

Tiago Aragão

Este artigo fez parte do Número 15 da Bwizer Magazine – pode vê-la na íntegra aqui.


Só nos conhecemos verdadeiramente quando colocados sob pressão, intrínseca e/ou extrínseca, e nos superamos alcançando feitos que, até aí, seriam considerados inalcançáveis. Conquistar um título Olímpico, superar um momento de crise, finalizar um desafio extremo, são sinónimos de momentos que nos transportam para um nível de rendimento singular, traduzido por uma conjugação de energia, foco, força, querer, motivação…, fazem-nos crescer, contribuindo para a nossa aprendizagem. As nossas conquistas tornam-nos únicos!

Os desafios fazem parte do dia-a-dia, desde empreendedores a atletas, passando por outras atividades profissionais ou de lazer. Pessoas que, com ou sem mediatismo, não desperdiçam uma oportunidade para ir mais além, para superar um desafio, para acrescentar valor. No Desporto, nas Ultra-Maratonas em particular, os desafios assumem a dimensão de longas horas, podendo durar vários dias. O percurso, o nosso estado físico ou psicológico, são alguns dos desafios e obstáculos que nos colocam à prova e nos fazem perceber de que “fibra” somos feitos.

Como exemplo, podemos dar o da BadWater, prova em que durante 3 árduos anos preparamos um atleta para superar a considerada mais dura ultra-maratona do mundo, atravessando “Death Valley”, nos Estados Unidos da América, durante o período mais quente do ano (com temperaturas a rondar os 55ºC) e com uma extensão de 135 milhas (217kms).

A “temperatura” é, sem dúvida, um dos elementos mais limitadores, tornando este ambiente agressivo, onde nada nem ninguém sobrevive mais que umas breves horas sem água. Superar o calor só é viável através de uma preparação muito cuidada do atleta e com recurso a equipamentos técnicos desportivos produzidos para o efeito e apoio constante ao longo de toda a prova.

 

Para continuar a ler esta entrevista, submeta o formulário abaixo.

 

 

PS: Se tiver alguma dificuldade em aceder à revista, volte a tentar numa Nova Janela de Navegação Anónima - dessa forma não existirão barreiras à sua evolução.

Este artigo fez parte do Número 15 da Bwizer Magazine – pode vê-la na íntegra aqui.

Partilhe em...