O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Publicado a 24/07/2020

Voltar
Bwizer

Uma nova perspetiva da acupuntura: a interação entre três redes leva à neutralização.

Bwizer

A acupuntura é uma das ferramentas mais importantes da medicina tradicional chinesa que tem sido usada para tratar várias condições médicas.

Como um medicamento equilibrado baseado na experiência, com uma longa história, e eficácia, a acupuntura tem sido aceite em toda a parte do mundo como uma ferramenta indicada para o tratamento da dor crônicae outras condições patológicas.

Muitos estudiosos começaram a realizar experiências para esclarecer o mecanismo da acupuntura e da moxabustão, comprovando que esta pode promover a libertação de substâncias anti-inflamatórias e analgésicas inibindo a liberação de fatores pró-inflamatórios.

No organismo, o estado de neutralização refere-se à melhor homeostase do movimento de substâncias vivas em indivíduos saudáveis. O tratamento de doenças pela acupuntura é principalmente através do ajuste do ambiente interno do corpo, de modo a alcançar o objetivo de curar a doença, restaurando o estado "Yin e Yang”.

Para entender melhor o mecanismo básico e a base científica da acupuntura e moxabustão, apontamos que:

  •  a acupuntura atua nos pontos de acupuntura, de forma a ativar primeiramente a pequena rede de pontos da acupuntura (Rede Acupoint);
  •  as informações da acupuntura são amplificadas por cascata, e o sistema imunológico endócrino do nervo (NEI);
  • o NEI, é ativado através da grande rede de meridianos (rede de meridianos) do próprio corpo.

A maioria dos estudos básicos concentra-se na correlação linear entre intervenção e efeito, mas ignoram os abrangentes efeitos regulatórios da rede, produzidos pela acupuntura como intervenções complexas.

 

Para ler este artigo na íntegra, submeta o formulário abaixo. 

 

Partilhe em...