O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Dicas para o Sucesso Profissional

Registo
Voltar à listagem

Desportivamente anatómico | Por Daniel Valpaços

Enquanto não se desenvolve a “pílula” do exercício, o desporto constitui um elemento imprescindível do novo paradigma de estado e cuidados de saúde.

Se a atividade física não aumenta a nossa longevidade, as suas propriedades sobre o nosso metabolismo são indiscutíveis. Exemplo disso, o estudo “Exercise therapy for functional capacity in chronic diseases: an overview of meta-analyses of randomised controlled trials” de Tero Pasanen, Samppa Tolvanen, Ari Heinonen e Urho M-Kujala, demonstra os efeitos positivos do treino aeróbico e de resistência em patologias como a fibromialgia, osteoartrite do joelho ou doenças arteriais periféricas.

Contudo, se o desporto é sinonimo de saúde, também é sinonimo de “lesão”: sim porque a probabilidade de se lesionar é maior numa atividade física do que no sofá em frente à televisão, não obstante a tendinopatia do polegar, afeta à mudança frenética de canais no seu telecomando!

Para isso um único caminho: a prevenção.

Partilhe esta notícia

A Bwizer nas redes sociais