EPTE®: 4 passos para raciocínio clínico – download de infográfico

O que é a EPTE®

EPTE® é a sigla de Eletrólise Percutânea Terapêutica, uma técnica inovadora para a recuperação de tendinopatias mediante eletroterapia. É rápida, efetiva, minimamente invasiva, praticamente indolor e com uma baixa taxa de recidivas.

Com efeito, EPTE® é também o nome pelo qual se conhece popularmente o dispositivo com o qual se aplicam os tratamentos de Eletrólise Percutânea Terapêutica.

 

Qual a sua base científica?

O processo pelo qual uma corrente elétrica altera a estrutura química e separa os elementos de um composto recebe o nome de eletrólise. De facto, a EPTE® aproveita os princípios da eletrólise para conseguir uma resposta terapêutica. Os dispositivos de eletrólise percutânea terapêutica emitem e regulam a corrente galvânica que se aplica sobre o tecido afetado, com o objetivo de produzir a eletrólise e ativar o processo regenerativo que favorece a recuperação.

EPTE®: 4 passos para raciocínio clínico – download de infográfico

Como funciona?

Através da utilização de microcorrentes, a Eletrólise Percutânea EPTE®, em conjunto com o exercício terapêutico, tem a capacidade de ativar o processo de autorregeneração do tecido tendinoso afetado de forma menos dolorosa quando comparada com outras técnicas semelhantes.

 

Atenção: ESTE TRATAMENTO NÃO DEVE SER USADO DE FORMA ISOLADA.

Os tratamentos de Eletrólise Percutânea Terapêutica permitem a regeneração do tecido afetado, mas a recuperação total do paciente exige a realização de um programa complementar com exercícios excêntricos depois do tratamento com EPTE®. De referir também que na maioria dos casos o tratamento não exige uma paragem brusca da atividade desportiva, sendo compatível com o treino ligeiro ou exercícios de baixa intensidade. Quer saber mais sobre o processo de raciocínio clínico e aplicação da EPTE®? Clique AQUI para download gratuito de um infográfico.

Partilhe esta notícia