Fáscia como órgão sensorial: aplicações clínicas - artigo por Robert Schleip

Robert Schleip, diretor do Fascia Research Project na Ulm University (Alemanha), é uma das figuras mais relevantes, internacionalmente, na investigação científica sobre a Fáscia.

As suas mais recentes investigações indicam que a fáscia desempenha um papel mais ativo do que o previamente assumido: apresenta propriedades contrácteis independentemente da atividade muscular, tem um papel como geradora de dor e é um dos órgãos sensoriais mais ricos para a propriocepção.

Robert Schleip tem também um importante papel na revelação das mais recentes descobertas sobre a complexa conexão entre a fáscia e o sistema nervoso autónomo, bem como sobre a relação entre a fáscia e os aspetos emocionais.

Fáscia como órgão sensorial: aplicações clínicas - artigo por Robert Schleip
Fáscia como órgão sensorial: aplicações clínicas - artigo por Robert Schleip

Clique AQUI e explore, num artigo do autor, quais as técnicas mais adequadas e como podem ser utilizadas para otimizar uma estimulação de cada um dos diferentes mecanorreceptores, nos tecidos fasciais.

Um artigo onde irá aprender mais sobre técnicas para fuso muscular, receptores de golgi, pacini e rufini e terminações nervosas livres e compreenderá qual a resposta destas estruturas às técnicas aplicadas.

Partilhe esta notícia