Kinesiologia: e-book gratuito

A Kinesiologia é um sistema de avaliação, não invasivo, da função corporal. Avalia 4 campos específicos – Emocional, Químico, Energético e Estrutural – utilizando o teste muscular combinado com outras metodologias de diagnóstico. Para além do sistema de avaliação, a Kinesiologia Aplicada sugere algumas técnicas de intervenção e, combina-se na perfeição com as restantes técnicas terapêuticas da Fisioterapia e Osteopatia.

A Kinesiologia surgiu da união entre a Quiropraxia e a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), mas foi aperfeiçoada ao longo dos anos por diferentes áreas: Osteopatia, Medicina, Medicina Dentária, Bioquímica, Psicologia, Homeopatia, Naturopatia, etc. Uma metodologia que surge da perfeita união entre a medicina ocidental e a medicina oriental.

Quais os principais pontos de destaque desta metodologia?

  • Ferramenta de diagnóstico rápido, de simples execução e sem necessidade de equipamentos ou outro investimento;
  • Tem como objetivo a identificação precisa da estrutura que está a produzir a sintomatologia;
  • Pretende ainda orientar a intervenção identificando o tratamento mais adequado e as prioridades a serem seguidas;
  • Os dois pontos anteriores permitem melhorar os resultados clínicos tornando-os mais duradouros e reduzindo o tempo de tratamento.

Com efeito, a Kinesiologia Aplicada usa a resposta muscular e a linguagem corporal para avaliar a resposta aos Mudras e os aspetos Emocionais, Químicos, Energéticos e Estruturais do indivíduo - faz download gratuito aqui de um e-book inédito sobre a Kinesiologia Aplicada

Kinesiologia aplicada

Descobre mais sobre a história da Kinesiologia?

Em 1964 Dr Goodheart, quiropata, faz uma espantosa descoberta no seu consultório. Ao tratar um dos seus pacientes com dor crónica no ombro descobriu que o músculo causador dessa mesma dor, e que estava fraco, subitamente respondia normalmente ao teste muscular após descobrir a real causa do problema do seu cliente. Percebeu que, assim, conseguia passar a tratar pacientes com alterações músculo-esqueléticas inicialmente difíceis de resolver.

Após essa descoberta, começou a pesquisar para além da quiropraxia, unindo conhecimentos de medicina, osteopatia, medicina tradicional chinesa, nutrição, bioquímica, e outros, ao seu tratamento. Esta pesquisa permitiu-lhe correlacionar diferentes tipos de avaliação e procedimentos chegando a esta metodologia, que utiliza o próprio corpo como ferramenta de diagnóstico. Uma descoberta que nos permite alcançar um patamar superior de diagnóstico e uma resolução mais ágil e eficiente dos problemas do nosso paciente.

Partilhe esta notícia