O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Dicas para o Sucesso Profissional

Registo
Voltar à listagem

Suporte Básico de Vida (SBV) no Adulto: o que fazer para além das compressões e insuflações?

A paragem cardiorrespiratória (PCR) é um acontecimento súbito, constituindo-se como uma das principais causas de morte na Europa e nos Estados Unidos da América, estimando-se a existência entre 350000 a 700000 indivíduos afetados por ano, só na Europa.

Um outro dado interessante é que a análise efetuada aos equipamentos de DAE utilizados logo após uma paragem cardíaca, indica uma elevada percentagem (76%) de vítimas com um incidente arrítmico particular, a Fibrilhação Ventricular. Desta forma, é fundamental uma intervenção rápida perante uma PCR, com base em procedimentos específicos e devidamente enquadrados pela designada Cadeia de Sobrevivência (ligar 112, reanimar, desfibrilhar e estabilizar).

Com efeito, os procedimentos de intervenção preconizados para a atuação, quando devidamente executados, permitem diminuir substancialmente os índices de morbilidade e mortalidade associados à PCR - hoje vamos falar do algoritmo de Suporte Básico de Vida (SBV) no adulto e, em particular, nos pontos que antecedem as compressões torácicas e insuflações. Para continuar a ler este artigo e conhecer o que o INEM preconiza (2017), submeta o formulário abaixo:

Os procedimentos de intervenção preconizados para a atuação, quando devidamente executados, permitem diminuir substancialmente os índices de morbilidade e mortalidade associados à PCR.

Partilhe esta notícia

A Bwizer nas redes sociais