O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Dicas para o Sucesso Profissional

Registo
Voltar à listagem

Exercício/ atividade física no pré e pós-parto: indicações e contraindicações segundo a IOPTWH para a saúde materno-infantil

A preocupação com a saúde, qualidade de vida e o foco na experiência e numa vivência positiva são tendências bem marcadas na preparação para o nascimento e recuperação no pós-parto.

Há uma maior exigência e muito mais informação, pelo que o casal quer sentir-se mais envolvido em todo o processo, fazer "as suas" escolhas e beneficiar de uma abordagem transdisciplinar em que eles e o seu bebé sejam o centro de todo o plano!

Ora, para o profissional, isto representa uma maior desafio pois não se tratará de uma abordagem standard para todos os casos, mas sim de uma constante personalização da intervenção para ir ao encontro das necessidades e preferências da família.

Com efeito, o fisioterapeuta deve estar munido dos conhecimentos e guidelines mais atuais para, em cada momento, tomar a melhor decisão, quer se trate de uma avaliação física, tratamento com terapia manual, ou sessão de exercício, quer se trate de um momento de aconselhamento e educação sobre temas tão importantes como o aleitamento, ou nutrição.

Um dos pontos mais importantes é a atividade física durante a gravidez! Por isso, partilhamos as guidelines mais atuais para a promoção da saúde materna e fetal através de recomendações baseadas em evidência científica, indicações essas publicadas em fevereiro deste ano (2019) na newsletter da IOPTWH (International Organization of Physical Therapists in Women’s Health).

Para conhecer as indicações e contraindicações absolutas e relativas à prática de exercício no pré e pós-parto, submeta o formulário abaixo e receba, de forma totalmente gratuita um e-book exclusivo sobre este tema.

 Exercício/ atividade física no pré e pós-parto: indicações e contraindicações segundo a IOPTWH para a saúde materno-infantil

Partilhe esta notícia

A Bwizer nas redes sociais