O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Formador (a)
Formador (a)

Pedro Cunha

Fisioterapeuta certificado em Osteoetiopatia, Método de Mézières, RPG e Neurokinetic Therapy. Conhecido pela vontade de evoluir, foi co-criador do conceito SafePerformance. Concilia a prática privada com a desportiva, tendo trabalhado com atletas de vários desportos, destacando-se a Fed. Portuguesa de Andebol e SLBenfica.

Conheça-o (a) Melhor
Programa

  • Contextualização Histórica da evolução do estudo das Cadeias Miofasciais (T).
  • Ciência da Fáscia: Contractibilidade celular, Viscoelasticidade, Nocicepção, Propriocepção, Transmissão de Forças, Deformação Fascial (T).
  • Descrição das cadeias miofasciais do ponto de vista anatómico e funcional (Posterior, anterior, Laterais, Cruzadas, Espirais, Membros Superiores, Flexão, Extensão, Abertura e Fechamento, Rotação) (T e P).
  • Influência das Cadeias Miofasciais na Postura e Movimento. Organização e Hierarquia Funcional dos sistemas miofasciais (Recto, Lateral e Cruzado) (T e P).
  • Ciência das Cadeias Miofasciais: Revisão da Evidência Científica que suporta a existência das cadeias miofasciais (T).
  • Relação das Cadeias Miofasciais (T e P) com:

   - Sistema Craniano
   - Sistema Visceral
   - Sistema Nervoso Autónomo
   - Sistema Límbico
   - Acupunctura

  • Principais inserções musculares em planos fasciais (P).
  • Junções neurovasculares e a sua importância nas cadeias miofasciais (T e P).
  • Princípios de avaliação e diagnóstico (T e P).
  • Técnicas de Libertação Miofascial (P).
  • Técnicas de Activação Miofascial (P).
  • Princípios de Tratamento e Treino segundo a fáscia e as cadeias miofasciais (T e P).
  • Neurociência aplicada às cadeias miofasciais: Controlo Motor e Integração Cortical (T e P).

Objectivos

Objetivo geral:

  • Adquirir e aprofundar conhecimentos sobre as principais cadeias miofasciais, como se relacionam, a evidência científica que as suporta e como produzem movimento, assim como ser capaz de avaliar e corrigir restrições nas cadeias miofasciais.

Objetivos específicos:

  • Conhecer a anatomia das cadeias miofasciais e as suas funções;
  • Aprender a avaliar disfunções das diferentes cadeias isoladamente e em relação umas com as outras;
  • Compreender a relação entre as disfunções das cadeias miofasciais e outras disfunções do sistema;
  • Aprender técnicas de inibição e libertação miofascial das cadeias assim como de ativação das mesmas;
  • Integrar o conhecimento sobre as cadeias no raciocínio clínico pré-existente;
  • Entender como as disfunções nas diferentes cadeias miofasciais podem afectar o movimento;
  • Aprender como falhas na ativação e/ou restrições nas cadeias podem afectar a performance ou aumentar o risco de lesão;
  • Conhecer a hierarquia das cadeias musculares nos conceitos de estabilidade e mobilidade na postura e no movimento;
  • Perceber a influência das cadeias miofasciais nos padrões fundamentais de movimento;
  • Entender a transmissãoo de forças nas cadeias miofasciais e conhecer a evidência que as suporta;
  • Aprender técnicas que estruturam uma re-aprendizagem do movimento através da correcta activação das cadeias.
O que inclui este curso?
  • 32 horas de formação
  • Material de apoio ao curso em formato digital (em Português)
  • Certificado de registo profissional em formato digital (DGERT)
  • Seguro de acidentes pessoais em vigor durante a formação
Saiba mais sobre este curso

O tema das cadeias musculares ou miofasciais tem ganho maior relevância nos últimos anos, mas ainda é alvo de dúvida ou cepticismo por alguns profissionais de saúde. Essa dúvida prende-se com uma aparente falta de evidência científica a suportar uma intervenção clínica com base nas cadeias miofasciais. No entanto, os últimos anos têm sido profícuos na busca dessa evidência científica e têm sido publicados vários artigos e revisões com qualidade, tendo sido inclusive criados grupos de estudo internacionais sobre o assunto, associados a Universidades e Centros de Investigação.

Na área da Fisioterapia, que tem desde há largos anos trabalhado com cadeias miofasciais, a utilização do raciocínio clínico baseado nas mesmas é transversal às várias áreas de intervenção: desporto, terapia neurológica, neuro-músculo-esquelética, respiratória, terapia visceral, terapia baseada no movimento, ...

Tem, por isso, particular interesse perceber qual o estado da arte, ou neste caso da ciência, relativo à terapia através das cadeias miofasciais e como ela pode impactar a prática clínica nos diferentes contextos.

Sendo o movimento, através da libertação das suas restrições ou da optimização do mesmo, a base da terapia na Fisioterapia e sendo as cadeias miofasciais, através dos quais esse movimento se propaga ou fica restringido, é de maior importância conhecer mais sobre o assunto.

Foi este o propósito da criação deste curso com o FT Pedro Cunha32h de formação fundamentadas na evidência mais atual para um profundo conhecimento das cadeias miofasciais e restrições miofasciais que condicionam o movimento, ao mesmo tempo que propõe um raciocínio clínico integrado com a terapia manual, exercício e neurociência.

Garantir resultados na causa da lesão é o grande objetivo de "Cadeias Musculares e Miofasciais". Fundamenta-se na evidência mais atual para um conhecimento profundo das cadeias e restrições miofasciais que condicionam o movimento, ao mesmo tempo que propõe um raciocínio clínico integrado com a terapia manual, exercício e neurociência, em áreas tão distintas como desporto, neurologia, músculo-esquelética, respiratória e visceral.

Pedro Cunha, um estudioso da fáscia certificado em Osteoetiopatia, Método de Mézières, RPG e Neurokinetic Therapy, desafia-o a mudar a sua intervenção com esta abordagem inovadora num curso dinâmico, onde não faltará a relação das cadeias com as junções neurovasculares, acupuntura, controlo motor e integração cortical, assim como com os sistemas craniano, visceral, nervoso autónomo e límbico.

Para não perder os conteúdos mais atuais sobre este tema subscreva a nossa Newsletter.

Ler mais
  • Formação Certificada
    DGERT
Vou ser melhor com este curso porque:
  • Vou transformar a minha abordagem terapêutica ao ser capaz de avaliar o meu paciente de forma global, através da identificação das cadeias e restrições fasciais que limitam o movimento;

  • Vou ser capaz de intervir, através de técnicas manuais (técnicas de libertação, inibição e ativação miofascial) e de exercício terapêutico, nas restrições das cadeias musculares e miofasciais identificadas;

  • Vou conhecer vários métodos que têm vindo a desenvolver o conhecimento nesta área, assim como a propor uma integração com a terapia manual, movimento e neurociência, numa abordagem inovadora às cadeias miofasciais;

Datas
Módulo 1 - 2 e 3 de Março de 2019; Módulo 2 - 16 e 17 de Março de 2019
Exclusivo a
#Fisioterapeuta, #Osteopata com Cedula, #Estudante Finalista
Nº máximo de vagas
28 Vagas
Investimento
Inscrição antecipada Insc. antecipada (até 22-01-2019) 319,00€
Inscrição normalInsc. normal
(até 19-02-2019)
349,00€
Inscrição tardiaInsc. tardia
(até 02-03-2019)
400,00€
Vagas, horário e local
Nº máximo de vagas
28 Vagas
Horário
Manhã - 9:00 às 13:00
Tarde - 14:00 às 18:00
Carga Horária
32 Horas
Concelho
Lisboa
Localização
Hotel 3k Barcelona
Idioma
Português
Saber mais

A Bwizer nas redes sociais