O nosso website utiliza cookies por forma a melhorar o desempenho do mesmo e a sua experiência como utilizador. Pode consultar a nossa política de cookies AQUI

Formador (a)
Formador (a)

Tiago Freitas

Tiago Freitas é Licenciado e Mestre em Fisioterapia, possuindo ainda uma Pós-Graduação em Intervenção da Fisioterapia na Dor Crónica e Disfunções do Sistema Nervoso Periférico. Dado o seu currículo, é formador de diversos temas relacionados com a Dor Crónica e a sua prática clínica, em contexto privado, centra-se tanto nesse tema como na Fisioterap...

Conheça-o (a) Melhor
Programa

  • Neurofisiologia do sistema nociceptivo
  • Neuroassinaturas e Neuromatriz
  • O papel do cérebro na produção de dor e analgesia
  • Mecanismos neuro-imunológicos nos fenómenos de sensibilização do sistema nervoso
  • Aspectos Clínicos da dor: tipos de dor
  • Diagnóstico diferencial em contexto músculo-esquelético: patologia reumatológica, neurológica e sistémica
  • Avaliação da Dor Crónica
  • Fisioterapia na dor Crónica – Modelo educacional
  • Estratégias de orientação e educação para o movimento
  • Comunicação orientada para a intervenção na dor crónica
  • Prática baseada em Casos Clínicos

O que inclui este curso?
  • 16 horas de formação
  • Material de apoio ao curso em formato digital (em Português)
  • Certificado de registo profissional em formato digital (DGERT)
  • Seguro de acidentes pessoais em vigor durante a formação
Objetivos

Objetivo geral:

  • Aprofundar conhecimentos na Neurociência da dor, permitindo integrar estes fundamentos no processo de raciocínio clínico e intervenção da Fisioterapia músculo-esquelética.
 

Objetivos específicos:

  • Permitir o desenvolvimento de conhecimentos aprofundados acerca dos mecanismos neurofisiológicos associados à nocicepção e à produção do fenómeno dor
  • Permitir a compreensão do modelo centrado no papel do sistema nervoso, integrando os conceitos de neuromatriz da dor e neuroassinaturas, enquanto redes específicas de comunicação neuronal, na produção de qualquer output sensorial.
  • Desenvolver competências de avaliação dos diferentes tipos de dor, compreendendo os principais critérios de diagnóstico diferencial em contexto músculo-esquelético.
  • Aprofundar conhecimentos acerca das diferentes dimensões da dor crónica, introduzindo o modelo educacional como principal estratégia de intervenção. 
  • Treinar, do ponto de vista prático, competências de avaliação na dor crónica, orientação terapêutica na perspectiva comunicacional, autogestão da dor, adaptação e exposição gradual ao movimento, constituindo formas de dessensibilização do sistema nervoso.
Saiba mais sobre este tema

A dor é o principal sintoma referido pelas pessoas que procuram cuidados em Fisioterapia, sendo fundamental a compreensão dos fenómenos complexos e multifactoriais associados a cada condição clínica.

É frequente a associação entre lesão ou disfunção e a dor sentida, considerando-se que a dor surge porque algo “não está bem” com o corpo. No pensamento da própria pessoa (doente), é fundamental a busca de um diagnóstico que justifique as queixas, surgindo diferentes níveis de raciocínio clínico músculo-esquelético, normalmente assentes em pressupostos estruturais e biomecânicos.

Atualmente, à luz de um paradigma nas Neurociências, a dor é vista como um produto do nosso sistema nervoso (periférico e central), sempre que se reúnem um conjunto de informações representativas de perigo ou ameaça, com ou sem lesão tecidular associada.

Neste sentido, tona-se fundamental o Fisioterapeuta, enquanto profissional de saúde especialista no movimento, compreender a forma como o sistema nervoso produz e frequentemente mantém a resposta dor e quais os diferentes factores capazes de interferir com este processo neuroplástico.

Por outras palavras, o Fisioterapeuta terá de reunir competências de avaliação da pessoa nas suas dimensões biológicas, psicológicas e ambientais/ sociais e construir uma base de ferramentas capazes de modificar a expressão dessas mesmas dimensões.

Muito para além das competências manuais e de prescrição de exercício terapêutico, o Fisioterapeuta deverá dominar aspectos comunicacionais ao nível clínico, desenvolver capacidades de educar a pessoa na relação com o seu problema, nem sempre proporcional a uma lesão e orientar para uma recuperação onde cada indivíduo assume um papel responsável e activo. Este é o actual paradigma das Neurociências da dor aplicadas à Fisioterapia.

 

Veja também a entrevista do Fisioterapeuta Empreendedor ao nosso formador, Tiago Freitasaqui.

Se frequentou Workshop ou Palestra sobre a Dor

Se frequentou:

  • Workshop Bwizer da Intervenção da Fisioterapia na Dor Crónica - poderá descontar o valor que pagou no preço (aplicado à sua condição) deste curso. 
  • Palestra gratuita Bwizer: Raciocínio Clínico na Dor Lombar Crónica - Case Study - poderá ter um desconto de 15€ (aplicado à sua condição) no preço deste curso.

Se estiver interessado em beneficiar deste desconto, contacte-nos através de info@bwizer.com

Neurociência da Dor para Fisioterapeutas irá ajudá-lo no planeamento e análise do processo de reabilitação. Neste curso aprenderá a suportar a sua prática clínica nas correntes mais recentes da neurociência, no que respeita à compreensão da dor e mecanismos neurofisiológicos associados, que servirão de base a todo o seu raciocínio clínico e intervenção terapêutica em Fisioterapia

Potencie a sua intervenção através de estratégias eficientes como a entrevista à pessoa com dor, aprofundando a avaliação da dor crónica. Será também abordado todo o processo clínico de educação para o movimento na dor, incidindo na comunicação educacional como peça-chave - leia agora um artigo do Fisioterapeuta Tiago Freitas onde poderá aprender mais sobre a importância do movimento na gestão dor enquanto expressão de um conjunto de mecanismos de proteção do sistema nervoso.

Ler mais
  • Formação Certificada
    DGERT
Vou ser melhor com este curso porque:
  • Vou compreender a dor à luz de várias linhas das neurociências, integrando diferentes modelos clínicos.
  • Vou desenvolver competências comunicacionais na avaliação e educação para o movimento, centradas em modelos atuais e integradores da pessoa.
  • Vou saber como promover estratégias ativas nos meus pacientes, durante a sua recuperação e implementando intervenções mais eficientes na dor.
  • Vou dominar diferentes formas de dessensibilização do sistema nervoso, nomeadamente orientação terapêutica na perspectiva comunicacionalautogestão da dor, adaptação e exposição gradual ao movimento.
Datas
2 e 3 de Março de 2019
Exclusivo a
#Fisioterapeuta, #Estudante Finalista
Nº máximo de vagas
30 Vagas
Investimento
Inscrição antecipada Insc. antecipada (até 22-01-2019) 199,00€
Inscrição normalInsc. normal
(até 19-02-2019)
229,00€
Inscrição tardiaInsc. tardia
(até 02-03-2019)
260,00€
Vagas, horário e local
Nº máximo de vagas
30 Vagas
Horário
Manhã - 9:00 às 13:00
Tarde - 14:00 às 18:00
Carga Horária
16 horas
Concelho
Lisboa
Localização
Hotel 3k Barcelona
Idioma
Português
Saber mais

A Bwizer nas redes sociais